5 melhores meios-de-campo da Ligue 1

Di María

Ángel Fabián Di María, nascido 14 de fevereiro 1988, é um profissional argentino futebolista que joga no francês, a Ligue 1 no clube Paris Saint-Germain e na seleção argentina. Ele pode jogar como ala ou meio-campo ofensivo.

Depois de iniciar a sua carreira no Rosario Central, Di María mudou-se para Portugal em 2007 para jogar pelo Benfica, ganhando uma transferência de 25 milhões de euros para o Real Madrid três anos depois. Ele desempenhou um papel importante no triunfo da La Liga entre 2011 e 2012. Depois de vencer a Liga dos Campeões da UEFA com o Real Madrid, ele assinou pelo Manchester United em 2014 por um recorde britânico de £ 59,7 milhões. Depois de apenas 1 temporada em Old Trafford, ele decidiu se juntar ao PSG por cerca de £ 44 milhões, tendo falhado em se estabelecer em Manchester.

Marco Verrati

Marco Verratti, nascido em 5 de Novembro de 1992, é um profissional italiano futebolista que joga como médio-centro para o francês Ligue 1 clube Paris Saint-Germain e da equipe nacional Itália.

Um craque criativo, trabalhador e tecnicamente talentoso, Verratti iniciou sua carreira no clube italiano Pescara em 2008, onde logo se destacou como um dos melhores jovens médios da Europa, ajudando a equipe a vencer a Série B 2011-12 e ganhando o Prêmio Bravo de 2012. Seu estilo de jogo fez comparações com Andrea Pirlo, devido à sua capacidade de passar, visão e controle, bem como sua transição semelhante do papel de armador. Em julho de 2012, ele se transferiu para o clube francês Paris Saint-Germain, onde ganhou quatro títulos consecutivos da Ligue 1 de 2012 a 2016, entre outros troféus nacionais e individuais.

Dimitri Payet

Dimitri Payet, nascido em 29 de Março 1987, é um profissional francês futebolista que joga no Ligue 1 clube Olympique de Marseille ea equipa nacional de France. Um especialista em lances de bola parada, conhecido por seu chute, pontapés livres, e ele joga principalmente como um meia-atacante, e é descrito como um jogador que é “abençoado com técnica fantástica e habilidades”.

Payet nasceu na ilha francesa de Reunião, no Oceano Índico, onde iniciou sua carreira jogando nos clubes locais Saint-Philippe e Saint-Pierroise. Em 1999, mudou-se para a França metropolitana, juntando-se a Le Havre. Payet passou quatro anos no clube antes de voltar para casa e passar dois anos jogando pelo AS Excelsior na Liga Premier da Reunião. Em 2005, ingressou no FC Nantes e, após uma temporada bem-sucedida de 2006-07, ingressou no AS Saint-Étienne em um contrato de quatro anos. Com Saint-Étienne, Payet tocou na Europa competição pela primeira vez depois de aparecer na edição 2008-09 da UEFA Europa League. Na temporada 2010-11, ele ganhou o prêmio de Jogador do Mês do UNFP em setembro, depois de marcar três gols e ajudar o Saint-Étienne a alcançar o primeiro lugar na tabela de classificação. Após a temporada, em junho de 2011, Payet se juntou ao atual campeão Lille, assinando um contrato de quatro anos. Ele teve dois anos lá e mais dois no Olympique de Marseille antes de se mudar para o exterior para se juntar ao West Ham United. Em 2017, ele voltou para a França para se juntar à sua antiga equipe, Marselha.

Lucas Paquetá

Lucas Tolentino Coelho de Lima, ou simplesmente Paquetá, é um profissional brasileiro que joga como meia-atacante na Ligue 1 para o clube de Lyon e na seleção brasileira.

O Início de carreira do Paquetá foi no Flamengo, onde começou com 2007 com 10 anos de idade. Lucas começou no time profissional em 2016. Em 2018, Lucas foi vendido para o Milan da Itália em uma transação de €35M e depois de 2 anos se transferiu para o Lyon onde alavancou a sua carreira jogando um ótimo futebol.

Bruno Guimarães

Bruno Guimarães Rodrigues Moura é um jogador de futebol brasileiro que atua no Lyon como volante. Além disso, o Bruno é jogador da seleção brasileira.

Em sua carreira, o Bruno começou profissionalmente no Audax Osasco, onde ficou até 2017. Neste ano, Bruno ingressou no Athlético Paranaense onde foi um sucesso, se tornando um dos grandes destaques do clube conquistando a Copa do Brasil, Campeonato Paranaense e Copa Sul-Americana. Com tanto sucesso, Bruno chamou a atenção de gigantes europeus como o Atlético de Madrid, Arsenal, Benfica e Lyon, acabando indo para o último, o Lyon da França onde vem fazendo ótimas atuações.