Everton Cebolinha

Cearense de Maracanaú, filho de Maria Eleniza de Sousa e Carlos Alberto Soares, Everton começou sua carreira nas categorias de base do Fortaleza Esporte Clube. Em 2012, durante a disputa da Copa Carpina em Pernambuco, o jovem atleta chamou a atenção dos olheiros do Grêmio. O clube gaúcho contratou o jogador por empréstimo junto ao Fortaleza. Após bom desempenho nas categorias de base do Grêmio, foi contratado em definitivo pelo Tricolor. Seu passe ficou dividido entre 90% para o Grêmio e 10% para o Fortaleza.

Informações pessoais

Nome completo: Everton Sousa Soares

Data de nascimento: 22 de março de 1996

Local de nascimento: Maracanaú (CE), Brasil

Nacionalidade: brasileiro

Altura: 1,74 m

Pé: destro

Apelido: Cebolinha

Seu apelido

Recebeu do lateral-direito Pará o apelido de Cebola, porém, com a chegada do uruguaio Cristian Rodríguez, que também é conhecido como Cebolla, Everton passou a ser chamado, pela semelhança, de Cebolinha em referência ao personagem da Turma da Mônica.

Grêmio

Sem dinheiro para contratar, o Grêmio apostava em um menino da base para dar vida nova ao ataque. Aos 18 anos, Everton foi a bola da vez. Depois de superar a saudade de casa, ganhar corpo e alguma rodagem, o pupilo do ex-ponta-esquerda gremistas Jorge Veras foi uma das esperanças de Felipão para turbinar o ataque em 2015.

Sua estreia como profissional foi em 19 de janeiro de 2014 no confronto entre Grêmio e São José válido pela primeira rodada do Gauchão de 2014. O atleta entrou aos 14 minutos do segundo tempo substituindo Yuri Mamute na partida em que o Grêmio foi derrotado por 1 x 0. Seu primeiro gol como profissional veio na partida seguinte, pela segunda rodada do Gauchão de 2014 em 23 de janeiro de 2014 contra o Lajeadense.

Após alguns anos no time principal, na temporada 2017, apesar de não constar entre os titulares, é utilizado na maioria dos jogos, apresentando ótimo aproveitamento. Destacou-se, em especial, em partida contra a Chapecoense, válida pelo 1º turno do Campeonato Brasileiro, em que marcou três gols, mesmo depois de ter ingressado no segundo tempo da partida. No dia 12 de dezembro de 2017, marcou o único gol da vitória por 1 a 0 contra o Pachuca, válida pela semifinal da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2017, classificando o Grêmio para a grande final da competição. Tornou-se, assim, ao lado de Renato Gaúcho, o único atleta a marcar gol pelo Grêmio em um Mundial de Clubes, ao menos até o ano de 2017.

Finalmente, depois de quatro temporadas entre os profissionais (estreia em 2014, instabilidade em 2015, e um verdadeiro 12º jogador em 2016 e 2017), enfim ganhou o status de titular incontestável do Grêmio no início do ano de 2018, tornando-se o principal atacante do tricolor gaúcho na temporada e passando a ser apontado como verdadeira referência do esquadrão liderado por Renato Gaúcho. Suas grandes atuações às vésperas da convocação para a Copa do Mundo de 2018, especialmente no Campeonato Gaúcho (no qual foi eleito o craque da edição 2018) e na Copa Libertadores da América, acabaram, inclusive, gerando especulações acerca de uma possível ida para o mundial, o que acabou não acontecendo. Todavia, o jogador foi enfim convocado pela primeira vez para integrar a Seleção Brasileira de Futebol em agosto de 2018, passando a ser nome constante nas chamadas seguintes, somente não tendo sequência nas demais em razão de problemas musculares, embora siga sob a atenção do técnico Tite. Plenamente recuperado, tornou-se o atleta gremista que mais marcou gols em um ano, desde Hernan Barcos. É o segundo maior artilheiro da história da Arena do Grêmio, atrás apenas de Luan. Encerrou 2018 em alta, e despertando a cobiça de gigantes europeus.

Seleção Brasileira

Iniciou o ano de 2019 novamente com grandes atuações pelo Grêmio, tanto no Campeonato Gaúcho quanto na Copa Libertadores da América, voltando a ser convocado para a Seleção Brasileira. Ganhou ainda mais destaque nos amistosos jogados, especialmente em vitória sobre a República Tcheca, sendo muito elogiado pela imprensa esportiva. Passou a ser fortemente cotado para integrar o grupo a ser convocado para a Copa América de 2019, que será realizada no Brasil, seguindo na mira de grandes clubes europeus. No dia 17/05/2019, confirmaram-se as expectativas e Everton foi convocado para disputar a Copa América de 2019.

Na Copa América, Everton viu aumentarem suas chances com a lesão que culminou no corte de Neymar da competição. Marcou seu primeiro gol pela Seleção Brasileira no dia 14 de junho de 2019, na vitória do Brasil sobre a Bolívia, na estreia da Copa América. No jogo seguinte, contra a Venezuela, ainda na reserva, entrou no lugar de David Neres depois de ter seu nome pedido pelos torcedores presentes no Estádio da Fonte Nova, tendo ótimo desempenho. Promovido a titular na terceira partida da primeira fase da competição, marcou outro belo gol e foi o protagonista da goleada brasileira sobre o Peru, vencida por 5×0. Depois de passar em branco contra Paraguai e Argentina, Everton novamente chamou para si a responsabilidade e teve grande performance na final da competição, marcando um gol e sofrendo pênalti (que viria a ser convertido pelo atacante Richarlison) depois de linda jogada. Ao final, Everton foi eleito o craque do jogo, além de ter sido o artilheiro da competição, com três gols marcados (mesmo número de tentos do peruano Paolo Guerrero, porém com menos minutos em campo), integrando, também, a seleção da competição eleita pela CONMEBOL.

Títulos e prêmios individuais

Fortaleza

Campeonato Cearense de Futebol Sub-17: 2012

Grêmio

Copa do Brasil: 2016

Copa Libertadores: 2017

Recopa Sul-Americana: 2018

Campeonato Gaúcho: 2018, 2019

Recopa Gaúcha: 2019

Seleção Brasileira

Copa América: 2019

Prêmios individuais

Seleção do Campeonato Gaúcho: 2018, 2019

Craque do Campeonato Gaúcho: 2018

Bola de Prata: 2018

Melhor jogador da partida da Copa América de 2019: Brasil 5–0 Peru, Brasil 3–1 Peru

Chuteira de Ouro da Copa América: 2019

Seleção da Copa América de 2019

Artilharias

Artilheiro da Recopa Gaúcha de 2019 (2 gols)

Artilheiro da Copa América de 2019 (3 gols)

 

Acima/Abaixo GOLS

Acima/Abaixo GOLS >>

Acima/Abaixo GOLS
Sport Club Internacional

Sport Club Internacional >>

Sport Club Internacional
Corinthians

Corinthians >>

Corinthians
São Paulo Futebol Clube

São Paulo Futebol Clube >>

São Paulo Futebol Clube
Santos Futebol Clube

Santos Futebol Clube >>

Santos Futebol Clube