Esporte Clube Bahia

No dia 8 de dezembro de 1930, dia de Nossa Senhora da Conceição da Praia, quatro ex-jogadores do Clube Bahiano de Tênis (Carlos Koch, Eugênio Walter, o Guarany, Fernando Tude e Júlio Almeida), além de um da Associação Atlética da Bahia (Waldemar de Azevedo), num encontro casual no Cabaré do Jokey, em Salvador, discutiram a formação de um novo time de futebol.

O grupo estava sem poder praticar o esporte que amava, porque as agremiações que defendiam tinham resolvido acabar com seus departamentos de futebol.

Quatro dias depois, mais de 70 pessoas, a maioria ex-atletas da AAB e do Bahiano, reuniram-se para definir os rumos do novo clube. A assembléia foi presidida por Otavio Carvalho e secretariada por Fernando Tude e Aroldo Maia.

Naquela reunião, foram definidas as cores da Bahia para o novo clube (uniforme com a camisa branca e o calção azul com uma faixa vermelha na cintura) e Otavio Carvalho acabou nomeado presidente provisoriamente.

No dia 1ª de janeiro de 1931, finalmente aconteceu a fundação do Esporte Clube Bahia, sob o slogan “Nascido para vencer”, em reunião na casa n° 57 da Rua Carlos Gomes, em Salvador, e com a presença de profissionais liberais, funcionários públicos, jornalistas, microempresários e estudantes.  O médico Waldemar Costa foi o primeiro presidente.

Em 16 de janeiro, houve uma publicação do Estatuto Tricolor no Diário Oficial da Bahia, que passou a existir legalmente.

No dia 20 de fevereiro, o Bahia se filiou à Liga Bahiana de Desportos Terrestres, atual Federação Bahiana de Futebol. Dois dias depois, um domingo, aconteceu o primeiro treino, no campo da AAB (Associação Atlética da Bahia), na Quinta da Barra, em Salvador.

A primeira partida ocorreu em 1º de março de 31, contra o Ypiranga: triunfo por 2 a 0, com gols de Bayma e Guarany. O goleiro Teixeira Gomes ainda defendeu um pênalti. O duelo durou 20 minutos e foi válido pelo Torneio Início do Estadual.

O Esquadrão entrou em campo com Teixeira Gomes; Leônidas e Gueguê; Milton, Canoa e Gia; Bayma, Guarany, Gambarrota Romeu e Pega-Pinto. João Barbosa era o treinador tricolor. O árbitro Francelino de Castro comandou a partida.

Na mesma data, o Bahia conquistou o primeiro título de sua história, o próprio Torneio Inicio, com uma goleada sobre o Royal, por 3 a 0. Gols de Guarany (2) e Pega-Pinto.

Em 22 de março de 1931, o Bahia estreou no Campeonato Baiano. Em abril, fez seu primeiro jogo internacional, contra o Sud América, do Uruguai. Em outubro, o primeiro confronto intermunicipal, contra o Vitória de Ilhéus. No mesmo mês, fez a primeira partida fora do Estado, diante o Sergipe, em Aracaju.

Ainda em outubro, no dia 25, a equipe conquistou o primeiro título estadual, com duas rodadas de antecedência, mesmo sem entrar em campo, devido aos tropeços dos concorrentes.

Títulos

TÍTULOS DA CATEGORIA PRINCIPAL

Campeonato Brasileiro 1959 (Taça Brasil) e 1988

Campeonatos Estaduais – 1931, 1933, 1934, 1936, 1938, 1940, 1944 e 1945, 1947, 1948, 1949, 1950, 1952, 1954, 1956, 1958, 1959, 1960, 1961, 1962, 1967, 1970, 1971, 1973, 1974, 1975, 1976, 1977, 1978, 1979, 1981, 1982, 1983, 1984, 1986, 1987, 1988, 1991, 1993, 1994, 1998, 1999, 2001, 2012, 2014, 2015, 2018, 2019.

Copa Norte-Nordeste – 1948, 1959, 1961 e 1963

Copa do Nordeste – 2001 e 2002

Torneio Inicio do Estadual – 1931, 1932, 1934, 1937, 1938, 1951, 1964, 1967 e 1979

Taça Estado da Bahia – 2000, 2002 e 2007

Outros Torneios Nacionais e Internacionais

1997 – Copa Internacional Renner

1993 e 1999 – Taça Bahia-Pernambuco

1998 – Taça Maria Quitéria

1955 – Taça Vivaldo Tavares

1962 – Taça Walter Passos

1953, 1954 e 1955 – Taça Bernardo Martins Catharino

1951 – Taça Otavio Mangabeira (Inauguração da Fonte Nova).

1971 – Torneio Triangular Luis Viana Filho (Reinauguracao da Fonte Nova)

1959 – Taça da Amizade (Uruguai)

1939 e 1940 – Torneio Relâmpago

1950 e 1962 – Torneio Quadrangular

1961 – 1o. Torneio Quadrangular Interestadual Salvador

1961 – 2o. Torneio Quadrangular Interestadual Salvador

Principais Ídolos

Roberto Rebouças

Este zagueiro foi um dos maiores jogadores da história do Bahia. Possuía boa estatura (1.86), temperamento forte e um estilo viril (mas elegante ao mesmo tempo). Defendeu a equipe baiana de 1963 a 1967 (contratado do rival Vitória) e durante quase toda a década de 70. Era capitão da equipe e ajudou o Bahia na conquista de sete campeonatos baianos.

Florisvaldo

Talvez o maior lateral da história do Bahia. Era lépido, habilidoso e dono de um chute muito forte. Em razão da pouca idade, foi reserva do time campeão de 1959. Brilhou intensamente pelo clube durante os anos 60.

Baiaco

O xerife foi o maior volante da história do Bahia e é até hoje o jogador que mais vestiu a camisa da equipe em jogos oficiais (448 no total). Verdadeiro ídolo e xodó da torcida entre 1967 e 1980, Baiaco incrivelmente conquistou 10 campeonatos estaduais.

Douglas

“O Lorde” foi um dos maiores jogadores do clube em todos os tempos (muitos torcedores o consideram “o maior”). Segundo na lista de artilheiros do “Esquadrão” com 211 gols – também marcou 111 gols pelo Santos de Pelé no final dos anos 60 (afastado do Santos pelo então técnico Ramos Delgado, que preferia outros jogadores do elenco, decisão criticada na época). No Bahia, Douglas foi o grande craque do time dos anos 70 – heptacampeão baiano de 1973 a 1979.

Carlito

“O Matador”. Grande craque do Bahia no final dos anos 40 e nos anos 50 (1946 a 1959). Carlito é o maior goleador da história do clube com 235 gols. Era um atacante rompedor, raçudo, grande cabeceador e possuía uma capacidade de finalização fenomenal. Foi incrivelmente nove vezes campeão baiano e, aos 32 anos, no final de sua carreira, reserva de Alencar no time de 1959. Também é o maior artilheiro do Bahia em clássicos Bavi com 21 gols.

Acima/Abaixo GOLS

Acima/Abaixo GOLS >>

Acima/Abaixo GOLS
Sport Club Internacional

Sport Club Internacional >>

Sport Club Internacional
Corinthians

Corinthians >>

Corinthians
São Paulo Futebol Clube

São Paulo Futebol Clube >>

São Paulo Futebol Clube
Santos Futebol Clube

Santos Futebol Clube >>

Santos Futebol Clube