CSA

 

O clube foi fundado no dia 7 de setembro de 1913, quando desportistas liderados por Jonas de Oliveira resolveram criar uma agremiação. Seus fundadores foram: Jonas de Oliveira, Osorio Gatto, Entiquio Gomes Filho, Antenor Barbosa Reis, Francisco Rocha Cavalcante, Arestides Ataide de Oliveira, Antonio Miguel de Oliveira e Vicente Grossi.

A assembleia de fundação aconteceu na sede da Sociedade Perseverança e a agremiação recebeu inicialmente o nome de Centro Sportivo Sete de Setembro, em homenagem a sua data de sua criação. A sede era na própria Sociedade Perseverança.

Os primeiros atletas do clube eram lutadores de boxe, de luta greco-romana, além de levantadores de peso, lançadores de dardo e de disco e esgrimistas. Os esportes náuticos só entraram na história do clube em 1917 e, durante muitos anos, seus associados usaram a Lagoa Mundaúpara passeios e competições náuticas.

O clube ainda ocupou como sede uma das dependências do Palácio Velho, antigo Palácio do Governo, que ficava na Praça dos Palmares. Em seguida, em 1915, passou a funcionar em um prédio na Praça da Independência, antiga Praça da Cadeia, pertencente ao Tiro de Guerra, local onde o time realizou seus treinos e jogos. O primeiro jogo dos azulinos foi contra uma equipe formada por estudantes alagoanos vinda de Recife e os azulinos venceram por 3 a 0.

Dois anos após a fundação, aconteceu a primeira modificação do nome do CSA que, de Centro Sportivo Sete de Setembropassou a se chamarCentro Sportivo Floriano Peixoto, em 1915, numa homenagem a José Floriano Peixoto, atleta alagoano de destaque nacional. A proposta partiu dos torcedores azulinos e foi aceita pela assembleia geral. Os jornais da época também registravam Centro Sportivo José Floriano ou J. Floriano Peixoto.

No dia 13 de abril de 1918, o time mudou pela última vez a sua razão social e foi batizado, em assembleia geral, com o nome de Centro Sportivo Alagoano.

Títulos

Grandes são as conquistas do CSA para o futebol alagoano, sendo detentor de um titulo nacional da Série C 2017, e que por quatro vezes chegou ao vice campeonato da Série B do Brasileiro, nos anos 1980, 1982, 1983 e 2018, além de um vice continental, a Copa Conmebol de 1999. Veja a história A Noite em que o CSA foi Brasil). Abaixo listagem dos títulos.

Campeonato Brasileiro Série C: 2017

Campeonato Alagoano: 1928, 1929, 1933, 1935, 1936, 1941, 1942, 1944, 1949, 1952, 1955, 1956, 1957, 1958, 1960, 1963, 1965, 1966, 1967, 1971, 1974, 1975, 1980, 1981, 1982, 1984, 1985, 1988, 1990, 1991, 1994, 1996, 1997, 1998, 1999, 2008, 2018, 2019

Campeonato Alagoano da Segunda Divisão: 2005 e 2010

Torneio Início: 1927, 1928, 1929, 1930, 1933, 1935, 1940, 1946, 1949, 1957, 1961, 1965 e 1972

Troféu Wassil Barbosa (Desafio das Multidões, contra o CRB): 2010

Torneio Alfredo Junior: 1975

Torneio Mário Lima: 1956

Copa FAD: 1936

Grande Festival do Futebol: 1936

Torneio Associação Cultural e Cívica Feminina: 1935

Torneio Pró-Caixa Olímpica: 1929

Ídolos

Jacozinho

Começou nas categorias de base do Vasco Esporte Clube de Aracaju, disputando seu primeiro jogo como profissional em 1976. No ano seguinte foi contratado pelo Club Sportivo Sergipe, pelo qual disputou o Campeonato Brasileiro de 1977.

Passou por diversos clubes ao longo da sua carreira, entre eles Jequié (BA), Galícia (BA), Lêonico (BA), Corinthians de Presidente Prudente (SP), ABC (RN), Baraúnas (RN), Rio Branco FC (AC), Nacional (AM), Santa Cruz (PE) e Ypiranga (PE), mas a fase de maior sucesso foi defendendo o CSA, pelo qual foi cinco vezes campeão alagoano e três vezes vice-campeão da Taça de Prata. Na época, o repórter Márcio Canuto, da Rede Globo, promoveu o jogador nacionalmente, com reportagens para o programa Globo Esporte em que pedia, em tom humorístico, a sua convocação para a Seleção Brasileira de futebol, então comandada por Evaristo de Macedo. O jornalista explorava ainda a origem humilde do ídolo da torcida, mostrando-o chegar aos treinos montado num jegue e comendo rapadura.

Catanha

Formado nas categorias de base do Fluminense, Catanha iniciou sua carreira profissional no São Cristóvão (1991 a 1994), e após jogar 2 temporadas pelo União São João, foi contratado pelo CSA de Alagoas, como artilheiro, tendo marcado 31 gols no Campeonato Alagoano de 1994.

Acima/Abaixo GOLS

Acima/Abaixo GOLS >>

Acima/Abaixo GOLS
Sport Club Internacional

Sport Club Internacional >>

Sport Club Internacional
Corinthians

Corinthians >>

Corinthians
São Paulo Futebol Clube

São Paulo Futebol Clube >>

São Paulo Futebol Clube
Santos Futebol Clube

Santos Futebol Clube >>

Santos Futebol Clube