Cruzeiro Esporte Clube

O Cruzeiro Esporte Clube nasceu através do esforço de desportistas da comunidade italiana em Belo Horizonte, com o nome de Societá Sportiva Palestra Itália, em 2 de janeiro de 1921. Após mais de 91 anos de história, o Clube se transformou em uma das maiores agremiações de futebol do mundo.

Dos anos iniciais, datam os primeiros ídolos e conquistas do Palestra, como o tricampeonato estadual de 1928, 1929 e 1930, com uma equipe que contava com os lendários Ninão, Nininho, Bengala e Piorra.

Em 1942, com a entrada do Brasil na 2ª Guerra Mundial, um decreto de lei do governo federal proibiu o uso de termos que remetem à Itália em entidades, instituições e estabelecimentos no Brasil. Com isso, o Clube precisou ser renomeado e o nome escolhido foi Cruzeiro Esporte Clube, em homenagem ao símbolo maior da pátria brasileira.  Assim como o nome, o uniforme também sofreu mudanças. Antes verde e vermelho, em homenagem à bandeira italiana, o Clube adotou o azul e branco, inspirado pela seleção da Itália.

Em seus primeiros anos de vida, o Cruzeiro conquistou o tricampeonato mineiro de 1943 a 1945 e reformou o seu estádio que passou a se chamar Juscelino Kubitschek, em homenagem ao então governador do estado. Constrói também uma arquibancada coberta e altera a posição do campo. A obra e as despesas com o plantel dão origem a uma crise financeira. Sem dinheiro, o clube perde seus principais jogadores. Em 1952, é obrigado a dispensar todo o quadro de profissionais e promove os juvenis. Passa a viver em um regime semi-amador.

Para saldar as finanças, a solução encontrada foi disputar amistosos pelo estado em troca de cachês. Mais do que dinheiro, o clube também conquista torcedores nas cidades do interior, tornando-se aos poucos o clube mais popular de Minas. A redenção vem com a construção de sua sede social no Barro Preto, que aumentou a arrecadação do clube. Com as contas sanadas, voltou a ser grande e formou o esquadrão tricampeão mineiro de 1959 a 1961.

Nas décadas seguintes, o que se viu foi o crescimento de um gigante, especialmente após a inauguração do Estádio Magalhães Pinto, o Mineirão, onde o Cruzeiro conquistou os principais títulos da história do futebol de Minas Gerais.

O Mineirão é palco das grandes finais que um representante mineiro já conseguiu: Supercopa Libertadores (1991 e 1992) Copa do Brasil (1993, 1996, 2000 e 2003), Copa Libertadores da América (1976 e 1997) e Campeonato Brasileiro (1966).

Com a inauguração do Mineirão em 1965, o futebol mineiro rompe sua característica provinciana com a inclusão de Minas Gerais nas competições nacionais.

Seu maior rival local é o Atlético Mineiro, com quem faz um dos maiores clássicos do futebol brasileiro. Em menor grau, há também rivalidade com o América. De acordo com a empresa BDO RCS Auditores Independentes, a marca do clube é a décima de maior valor no Brasil, aproximadamente 203 milhões de reais.

Em outros esportes, o Cruzeiro se destaca também no atletismo, que já contou com o corredor Franck Caldeira em sua equipe, entre outros grandes nomes da modalidade nacional. Em 2009, firmou parceria com a Associação Social e Esportiva Sada para formar uma equipe masculina de vôlei, que tem sido uma das mais importantes do país, tendo já conquistado um Mundial de Clubes, dois Sul-Americanos uma Superliga Nacional, uma Copa Brasil de Vôlei, e cinco Estaduais.

Títulos

TÍTULOS INTERNACIONAIS

Copa Libertadores da América 1976, 1997

Supercopa dos Campeões da Libertadores da América 1991, 1992

Recopa Sul-Americana 1998

Copa Ouro 1995

Copa Master da Supercopa 1995

TÍTULOS NACIONAIS

Campeonato Brasileiro 1966, 2003, 2013, 2014

Copa do Brasil 1993, 1996, 2000, 2003, 2017, 2018

Copa Sul-Minas 2001, 2002

Copa Centro-Oeste 1999

TÍTULOS INTERESTADUAIS

Copa Sul-Minas 2001, 2002

Copa Centro-Oeste 1999

TÍTULOS ESTADUAIS

Supercampeonato Mineiro: 2002

Copa dos Campeões Mineiros:  1991, 1999

Campeonato Mineiro: 1926, 1928, 1929, 1930, 1940, 1943, 1944, 1945, 1956, 1959, 1960, 1961, 1965, 1966, 1967, 1968 ,1969, 1972, 1973, 1974, 1975, 1977, 1984, 1987, 1990, 1992, 1994, 1996, 1997, 1998, 2003, 2004, 2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018

Taça Minas Gerais: 1973, 1982, 1983, 1984, 1985

Copa Belo Horizonte: 1960

Torneio Início: 1926, 1927, 1929, 1938, 1940, 1941, 1943, 1944, 1948, 1966

Principais Ídolos

Fábio

O goleiro de 38 anos é o maior ídolo da história recente do clube mineiro. Chegou ao Cruzeiro em 1999, emprestado ao clube pelo União Barbarense, no ano seguinte foi emprestado ao Vasco da Gama e em 2005 retornou à raposa.

O arqueiro é o atleta que mais vezes atuou pelo clube, ao todo são 806 jogos, dois títulos brasileiros (2013-14) três Copas do Brasil (2000-17-18), além de seis títulos mineiros (2006-08-09-11-14-18).

Nelinho

Manoel Rezende de Mattos Cabral, mais conhecido como Nelinho atuou pelo clube mineiro por oito temporadas, com seu potente chute tornou-se um dos melhores laterais-direitos do mundo em seu tempo. Defendeu à raposa em 427 jogos, marcando 105 gols. Com a camisa celeste-azul ganhou seu título mais importante: a Taça Libertadores da América em 1976.

Sorín

O argentino Juan Pablo Sorín conquistou à imensa torcida cruzeirense com sua técnica e raça. O lateral esquerdo esteve em campo com a camisa da raposa em 127 ocasiões e marcou 18 gols. Seu título mais importante no clube foi à Copa do Brasil em 2000.

Ricardinho

O volante Ricardinho entrou para galeria de grandes nomes do Cruzeiro ao defender o clube por 419 jogos, fazendo 45 gols. Exímio marcador, sabia chegar a área. Venceu muitos títulos pela raposa, os mais importantes: Libertadores da América de 1997 e as duas conquistas da Copa do Brasil de 1996 e 2000.

Piazza

O volante Wilson Piazza foi um dos maiores jogadores a atuar na posição pelo clube mineiro. Defendeu o clube em 566 jogos e fez 40 gols. Esteve presente na conquista da Libertadores da América de 1976, além de vencer o Campeonato Mineiro por dez vezes.

Tostão

O maior ídolo da história cruzeirense, tostão marcou época com a camisa do clube. Em 378 jogos marcou 249 gols, estes números fazem do atacante o maior artilheiro da história da raposa.

Acima/Abaixo GOLS

Acima/Abaixo GOLS >>

Acima/Abaixo GOLS
Sport Club Internacional

Sport Club Internacional >>

Sport Club Internacional
Corinthians

Corinthians >>

Corinthians
São Paulo Futebol Clube

São Paulo Futebol Clube >>

São Paulo Futebol Clube
Santos Futebol Clube

Santos Futebol Clube >>

Santos Futebol Clube